Conheça o país onde são feitos sacrifícios humanos de crianças

Uganda-sacrificios-humanos-criancas

Carregando...

Ainda hoje a terrível prática do sacrifício humano persiste em um país onde as crenças dizem que sacrificar um jovem aumenta a riqueza e seus órgãos  podem curar doenças.

O sacrifício humano está destruindo a vida de muitas famílias em Uganda por tirar a vida de crianças inocentes e deixar os sobreviventes com lembranças horríveis. A esta triste tendência está aumentando. Crianças são capturadas ao ir à escola ou por água.

Kanani Nankunda é um menor ugandense que escapou da morte em uma tentativa de sacrifício humano. A mesma sorte não teve a sua irmã mais nova de apenas oito anos que foi assassinada e mutilada diante de seus olhos. Os autores deste sacrifício cruel extraíram os órgãos da criança. Tudo em nome da feitiçaria, relata o The Independent.

Shelin Kasozi, representante das autoridades ugandesas para a defesa dos interesses das crianças, afirmas que o sacrifício de crianças está aumentando no país. Uma das razões é uma crença sustentada em particular entre os membros da elite do país, de acordo com a qual a riqueza pode aumentar se sacrificam um jovem. Na maioria dos casos, as crianças são as vítimas.

Kasozi recorda que as autoridades recebem informações de vários casos de sacrifício de crianças a cada mês. Os dados policiais da última década mostram que, por exemplo, em 2006, houve um único caso de morte para este objetivo, enquanto o número subiu para 29 em 2009.

Os responsáveis do país Africano também estão preocupados com o futuro das crianças sobreviventes desses ataques. É o caso de Kanani, que se sente excluído da sociedade após ter passado por esta terrível experiência.

“As crianças são realmente o objetivo [dos sacrifícios humanos]. Eles capturam quando estão indo para a escola, em casa ou procurando por água”, explica Kasozi.

As crianças em Uganda não são só sacrificados por um esforço lucrativo. Tanto as bruxas como os chamados “curandeiros tradicionais” afirmam que podem comunicar-se com os espíritos e resolver problemas ou curar doenças com a ajuda dos órgãos de crianças. Como consequência, abriu-se uma caçada real por crianças, das quais foram brutalmente retirados seus corações, ouvidos, fígado ou órgãos genitais.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é humano? * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.