Os 8 trabalhos mais estranhos de Hollywood que talvez você não faça

Os-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-2

Carregando...

Adestrador de insetos, pegador de peças íntimas e responsável por ‘manter o calor’ dos atores nos filmes. Conheça 8 dos trabalhos mais estranhos de Hollywood.

É visível que a indústria do cinema emprega muitos profissionais como eletricistas, operadores de câmera, editores de vídeo, estilistas e designers, mas o que nem todos sabem é que há empregos bem diferentes que daqueles que estamos acostumados a pensar por trás das câmeras para que um filme saia o mais perfeito possível. Selecionamos 8 destes empregos que talvez você não aceitasse nem mesmo para estar próximo de seus ídolos do cinema.

1. Adestrador de insetosOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-1

Você é um cineasta, e em seu novo filme o herói precisa lutar contra uma horda de, digamos, besouros canibais. Quem você chamaria? Bem, se você trabalhar nos EUA, provavelmente Steven Kutchner, um cavalheiro em cujo cartão de visitas aparecem as palavras “adestrador de insetos”.

Com uma filmografia impressionante (começou a trabalhar em 1977), ele foi responsável, por exemplo, por controlar as aranhas de Arachnophobia e do Homem-Aranha de Sam Raimi, além de lidar com outras criaturas nas filmagens de Lost Highway, Jurassic Park e Mimic. Ressaltamos que o trabalho de treinador de insetos é bastante requerido: além dos filmes, seus serviços são requisitados regularmente pelos produtores de televisão e publicidade. Agora, se você é daqueles que vê uma barata e sai correndo, talvez esse não seja o seu emprego dos sonhos.

2. Dublê de corpoOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-2

Atrizes como Dakota Johnson (Fifty Shades of Grey), Angelina Jolie, Penelope Cruz e Emilia Clarke (acima você pode vê-la ao lado de Rosie Mac, sua dublê habitual em Game of Thrones) optaram por usar substitutas para fazer algumas cenas, como as de nudez, por exemplo.

Mas a tarefa de suplente abrange muito mais especialidades que não necessariamente envolvem a remoção de roupas. Como sabemos, o poster de Pretty Woman não seria o mesmo sem Shelley Michelle, a modelo em cujo corpo foi photoshopado a cabeça de Julia Roberts. Em suma: você coloca o físico e / ou esforço, e depois outro (ou outros) ganham todo o crédito com o público. Será que isso justifica o cheque no fim do mês?

3. Confeccionador de cotas de malhaOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-3

A história é bem conhecida: Aspirando ao máximo de realismo, Peter Jackson insistiu que cada arma e armadura usadas em O Senhor dos Anéis fossem feitos à mão. O que não é tão bem conhecido é que atingiu o seu clímax com a cota de malha usada pelos orcs. Para atingir o seu objetivo, Jackson tinha dois artesãos que ficaram encarregados de fazer aproximadamente 12 milhões de anéis de tubos de PVC.

No final de produção, os profissionais haviam fabricado um total de 11,2 km de malha de tecido metálico. E, como resultado do trabalho, suas impressões digitais foram apagadas pelo desgaste. Além deste último (e péssimo) efeito colateral, não temos certeza de que um trabalho assim merece o seu salário: imagine o seu dia de trabalho resumido com as palavras “Agora eu coloco este anel, e depois este, e este, e este …. ” E assim por diante até o infinito.

4. Despertador humanoOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-4

Entrar no mundo do cinema é difícil: Isso é o que conta Eli Roth. De volta a 1997, quando a saga Hostel era apenas um embrião em sua mente, ele encontrou um emprego na indústria… E era para acordar todas as manhãs Howard Stern, locutor de rádio (conhecido nos EUA por sua piadas escatológicas e leite ruim), que estrelou a comédia Private Parts. Não sabemos se este trabalho, que permite a estrela acordar sem o “riiiiing” de um alarme convencional, é muito comum. Mas há bastante dificuldade para se executar: Madrugadas a parte, imagine como seria ter que ir procurar na parte da manhã Samuel L. Jackson, Christopher Walken ou Jason Statham e suportar seus olhares de quem acabou de levantar?

5. Pegador de “modesty socks”Os-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-5

Como sabemos, filmar uma cena de sexo não é fácil: para muitos atores e atrizes, manter o controle em uma situação já estressante que é uma filmagem é um calvário. Portanto, a engenhosidade do departamento de figurino de roupas leves criou as modesty socks (“meias da modéstia”), com a cor de pele usadas  pelos artistas do sexo masculino para encobrir os volumes que você já está imaginando.

Sem ir mais longe, o elenco de True Blood gastava grandes quantidades destes acessórios, algo que soubemos quando Stephen Moyer autografou um seu para doar para um leilão de caridade. Desde então, nós pensamos muito sobre esses profissionais encarregados de vigiar a lavar estas “meias” ou, acima de tudo, enche-los com maquiagem e adequá-los a anatomia do ator que as vai usar, para que elas não caiam na hora errada .

6. Escritor de manuscritosOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-6

A próxima vez que você ver um filme, perceba quando qualquer texto escrito à mão aparecer, como um diário ou uma nota em um caderno. Para colocar estas letras lá, houve duas opções: ou foram feitas com uma impressora, aproveitando os avanços da tipografia e do computador, ou o diretor é um maníaco detalhista como David Fincher e exigiu que tudo fosse realmente escrito por alguém .

Em Se7en, o diretor nomeou Kyle Cooper (o designer responsável pelos créditos) para escrever literalmente milhares de páginas de livros que Kevin Spacey, o assassino demente mantém em seu apartamento. Outro exemplo, menos perturbador, mas igualmente trabalhoso, encontramos em O Nome da Rosa, filme para o qual Jean-Jacques Annaud tinha escribas genuínos que escreveram e ilustraram os livros que eles mantinham na biblioteca da abadia. Onde está o problema? Pois em que o seu trabalho será vislumbrado pelo público apenas quando um dos personagens for folhear algum livro.

7. Estilistas de comidaOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-7

Se as coisas da alimentação desempenham um papel importante em seu filme, certamente irá querer que o público tenha fome (ou o contrário …) toda vez que você focar um prato cheio na cena. E por mais bem que cozinhe a sua tia da aldeia, alcançar esse objetivo irá forçá-lo a recorrer a uma estilista de alimentos. Estes são bons chefs com boas mãos para o visual, que serão responsáveis pela decoração dos pratos para que eles estejam em sintonia com o trabalho do designer de produção e diretor de fotografia.

Uma consulta pela Internet revela a existência de profissionais como Jack White, que esteve no comando do tema culinário em mais de 85 filmes, incluindo a série Jogos Vorazes e um mais punhado de produções da Marvel. E, claro, a rainha atual da especialidade é Janice Poon, responsável pelos pratos cozidos pelo espanhol José Andrés para Hannibal nos ter feito sentir a psiquiatria canibal enquanto assistíamos o filme.

8. FlufferOs-trabalhos-mais-estranhos-de-Hollywood-8

A categoria rainha dos empregos estranhos do cinema é também a mais difícil de colocar uma descrição que não seja vulgar. Vamos dizer que este é um trabalho que está muito presente, principalmente (mas não exclusivamente) na rodagem de filmes eróticos, e isso é para garantir que o sangue dos atores (sempre atores) flua em todos os momentos para o lugar certo, de modo que certas partes de seus corpos estejam funcionais, se é que você me entende.

Está claro, certo? Ou não? Algumas fontes, no entanto, sugerem que esse emprego é em grande parte uma lenda urbana, e que seu desempenho é menos sórdido do que parece, sem envolver atividade manual que você está imaginando: De acordo com uma testemunha, é simplesmente uma componente atraente (ou algum componente atrativo ) da equipe de filmagem, que permanece na linha de visão do intérprete para que este renove suas energias eróticas durante o trabalho.

Comentar