O ser humano dentro de 5 milhões de anos

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos

Carregando...

Como serão os seres humanos do futuro? Segundo o geólogo escocês Dougal Dixon que escreveu um livro sobre o tema, a engenharia genética e a evolução criarão ‘titãs’ e ‘monstros’ entre aqueles que serão nossos descendentes.

Leia também: As estranhas mensagens ocultas em filmes famosos

Man After Man: An Anthropology of the Future (1990) é um livro especulativo escrito pelo geólogo escocês Dougal Dixon que faz uso de fontes da ficção científica para explorar as possibilidades de evolução dos seres humanos de hoje até e nada menos do que 5.000.000 de anos.

Tendo sempre em mente que este exercício de imaginação faz sentido somente se nós não formos extintos antes e que nossa existência não seja apagada da história do planeta.

Para compor sua narrativa, Dougal Dixon se baseia no efeito hipotético da engenharia genética em nossa evolução vital ao longo dos milênios.

Leia também: 8 curiosidades eróticas que você certamente não sabe

A linha do tempo começa daqui a 200 anos, quando o homem como o conhecemos começaria a se transformar em várias criaturas geneticamente modificadas. Neste período seríamos confrotados com o o nascimento de uma nova espécie de humanos que ele cataloga como comoaquamorphs ou aquatics, seres humanos marinhos com brânquias em vez de pulmões para respirar debaixo d’água que evoluirão durante cerca de 50.000 anos.

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-1

Ele também mostra a aparição do tipo vacuumorph, homens cujo DNA foi concebida para suportar a vida no vácuo do espaço. Sua pele e olhos terão revestimentos de proteção para suportar a pressão. É neste ponto que Dougal Dixon prevê um eventual colapso de nossa civilização, no qual alguns seres humanos escaparão da catástrofe para colonizar o cosmos com a ajuda destes vacuumorphs.

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-2 Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-2-1

Isso ocorreria, de acordo com Dixon, em cerca de 500 anos. Neste ponto os seres humanos geneticamente alterados que permanecerão neste vale de lágrimas irão enfrentar um fenômeno novo. Como não haverá laboratórios abertos após o cataclismo, as mudanças evolutivas irão desenvolver-se naturalmente e haverão muitas novas formas de homens resultantes da seleção natural que tentarão coexistir para se manter.

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-3

Seres humanos coloniais com somente um pai reprodutivo, humanos aquáticos que nadam e pescam com a capacidade de uma lontra, Spiketeeth ou humanos como aves de rapina, homens felinos com dentes de sabre felinos que ocupariam o espaço deixado pelos lobos ou ursos; parasitas e até mesmo seres humanos desenvolvido através de mudanças naturais (embora estes não tenham mudado muito).

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-4 Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-5

Isso aconteceria até após 3 milhões de anos, período durante o qual veremos desfilar diante dos nossos olhos seres como Antman, um urso formigueiro humano que habita as florestas temperadas e ao qual não faz efeito o ácido fórmico (as quais então também serão gigantes); Slothman, ou Giganthropus arbrofagus, uma espécie de Megatério extinto, tão pesado que não consegue ficar em pé e com garras grossas para derrubar os ramos; ou o indescritível Harenanthropus longipis, um pequeno Gremlin de pés ligeiros habitará os desertos transportando uma espécie de Kuato dentro do seu corpo.

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-6 Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-7

Após cinco milhões de anos de evolução contínua, os descendentes do homem moderno que fugiram para o espaço voltarão para casa para colocar alguma ordem neste caldeirão de espécies. Neste momento o mundo mudará drasticamente e se tornará uma verdadeira Babilônia de raças e pontos de vista.

Agora, os humanos que trouxeram outras formas de vida do seu percurso estrelar irão competir para respirar o pouco oxigênio que ainda permanece em nossa atmosfera. Assim a tecnologia cyborg alienígena irá ajudar a criar uma nova espécie humana com sistemas de respiração mais eficientes.

Além disso, a modificação genética retornará para dar aos seres humanos uma altura de titãs e braços múltiplos, para a construção de grandes edifícios e cidades; ou tão pequenos como um grão de sal, para a produção de dispositivos em nanoescala para resolver os novos problemas de nossa vida.

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-8 Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-9

E quando tivermos finalmente, com a ajuda de nossos amigos alienígenas, definitivamente arruinado a Terra e a deixado sem uma grama de oxigênio e toda a vida terrestre no planeta tenha desaparecido, a vida continuará no fundo dos oceanos do mundo, em oásis submarinos, diz Dougal Dixon.

E no abismo, na Fossa das Marianas de nossa evolução,  surgirão então o profundus Piscanthropus, um descendente de um monstro aquático agora extinto, que será aquele que, eventualmente, recolonizará o superfície da Terra, para recomeçar o ciclo de vida do “ser humano”.

Como-sera-o-ser-humano-em-5-milhoes-de-anos-10

Recomendados para você:

Comentar