20 truques psicológicos para vencer uma discussão sem ter razão

Carregando...

Como ganhar uma discussão mesmo sem ter razão? Estes 20 truques lhe mostrarão com isso é possível e como geralmente é empregado sem que percebamos.

Você já se envolveu em alguma discussão? Provavelmente já e muito provavelmente por assuntos triviais. No entanto, existem discussões muito mais complexas, travadas em um nível bastante acima daqueles a que estamos acostumados em nosso dia a dia.

Se você começar a observar, muitas pessoas em posição de poder agem exatamente como descrito abaixo, fazendo com que seus interlocutores não tenham a menor chance.

Você se sentiria bem entrando em uma discussão que saberia estar perdida, por mais que você estivesse certo?

Pensando nisso, deixamos aqui 20 dicas de como vencer qualquer discussão ou debate do filósofo alemão Arthur Schopenhauer. Lembramos que apenas estamos lhe passando o conheço, cabendo a você encontrar a melhor forma de utilizá-lo.

1. Leve a afirmação de seu adversário para além dos limites naturais, exagera-a. Quanto mais geral a afirmação do seu oponente, mais objeções você poderá fazer. Se ele for mais restrito e limitar as suas preposições, lhe será mais fácil defendê-los.

2. Use os diferentes significados das palavras do seu oponente para refutar seus argumentos, ou pelo menos para confundi-lo.

3. Ignore a proposição do seu oponente que tenha a intenção de se referir a uma coisa particular. Em vez disso, interprete-a em um sentido diferente e, em seguida refute-a. Ataque algo diferente do que foi afirmado.

4. Oculte a sua conclusão de seu oponente até o fim. Não deixe que isso seja evidente e espere o adversário admitir as premissas, uma por uma e, no curso do diálogo aceite seus pontos. Caso contrário, ele irá impedi-lo de atingir a meta.

5. Use as crenças do seu oponente contra ele. Se o seu oponente se recusa a aceitar suas premissas, use-as em seu proveito.

Leia também: Truques psicológicos que a publicidade usa para manipular você

6. Outro plano é confundir o problema alterando as palavras do seu oponente ou o que ele pretende provar.

7. Defina a sua proposta e mostre a verdade enquanto faz muitas perguntas ao adversário. Ao fazer muitas perguntas de longo alcance de uma vez, você pode esconder o que você realmente quer e o fazer admitir. Em seguida, você pode rapidamente propor o resultado das admissões do adversário.

8. Faça o seu adversário irritar-se. Uma pessoa irritada é menos capaz de usar seu raciocínio ou perceber onde estão as suas vantagens.

9. Use respostas do seu oponente para as suas perguntas e chegue a conclusões diferentes ou conflitantes.

10. Se o seu oponente responde a todas as suas perguntas de forma negativa e se recusa a ceder em qualquer ponto, peça-lhe para que tente contradizer suas afirmações. Isso pode confundir o adversário, a tal ponto que ele duvidará de até em que ponto está disposto a ceder.

11. Se o adversário aceita como verdade uma de suas premissas, não lhe peça para aceitar a sua conclusão. Mais tarde, introduza sua conclusão como um fato estabelecido. Seu oponente pode vir a acreditar que a sua conclusão foi admitida.

12. Se o argumento gira em torno das ideias gerais sem nomes particulares, usar uma linguagem ou uma metáfora que é favorável à sua proposição.

13. Para fazer o seu oponente aceitar uma proposição, você deve lhe dar algo oposto, uma contra-proposição. Se o contraste for claro, o adversário vai aceitar a sua proposta para evitar cair em paradoxo.

14. Tente impressionar seu oponente. Se ele respondeu muitas de suas perguntas sem resposta para a sua conclusão, mostre a sua conclusão triunfante, mesmo que ele negue. Se o seu adversário é tímido ou estúpido, e você possui muita coragem e uma boa voz, o truque pode facilmente ter sucesso.

Leia também: 5 truques psicológicos para manipular pessoas de forma simples e rápida

15. Se você quiser avançar em uma proposta que é difícil de provar, deixa-a de lado por um momento.


Em vez disso, mostre-se como se você tivesse aceitado a proposta do adversário, como se quisesse obter uma prova. O adversário tentará refutar porque ele pensa que é uma espécie de truque. Você pode mostrar ao seu adversário o seu triunfo ao mostrar o absurdo que é rejeitar uma proposição verdadeira. Agora que você tem a razão do seu lado, pode tentar ou retomar a proposta original.

16. Posteriormente, quando seu oponente levar diante uma proposição, ela será incompatível com suas outras declarações, crenças, ações ou omissões.

17. Se o seu oponente tomou uma linha argumentativa que vai acabar em sua derrota, você não deve permitir que ele ou ela a conduza a uma conclusão. Interrompa a disputa, rompa completamente com ele, ou leve o oponente para um tema diferente.

Leia também: 5 técnicas de manipulação mental que você precisa aprender

18. Se o seu oponente o desafiar a produzir qualquer objeção a algum ponto definido no seu argumento, e você não tem nada mais a dizer, tente fazer com que o argumento seja menos específico.

19. Se o seu oponente aceitou todos ou a maioria de suas premissas, não pergunte diretamente se aceita sua conclusão. Pelo contrário, conclua como se fosse muito difícil de admitir.

20. Quando seu oponente usa um argumento que é superficial, refute-o expondo seu caráter superficial. Mas é melhor enfrentar o adversário com um contra-argumento que é igualmente superficial, e assim vencê-lo, pois é a vitória que está em causa, e não a verdade.

Comentar