A estranha cidade subterrânea de Hitler

Carregando...

Conheça a cidade subterrânea de Hitler que fazia parte da sua ‘Muralha do Atlântico’ para tentar defender-se dos aliados.

Veja também: As torres impenetráveis de Hitler

No Mar do Norte, na Holanda, perto de Haia, há uma cidade que nenhum satélite pode captar. É subterrânea e foi construída há 75 anos pelos nazistas depois da invasão deste país. Ela foi projetada em baixo da terra, imensa, com corredores labirínticos eternos e recentemente restaurados para o público saber, em parte, como a Adolf Hitler projetou a ocupação durante a Segunda Guerra Mundial.

Com capacidade para acomodar em seu interior cerca de 3 mil pessoas, a “cidade perdida” -como muitos a conhecem- fazia parte do projeto Atlantikwall de Hitler, desenhado para proteger a costa do Atlântico. Com esta série de bunkers subterrâneos, Hitler pretendia criar uma “Fortaleza Europeia”, da Noruega até a costa espanhola.

Em 10 de Maio de 1940, Hitler invadiu a Holanda. Dois anos depois, em 1942, a pequena aldeia de pescadores de Scheveningen (onde as fotografias foram feitas) tornou-se “área restrita”. Cerca de 135 mil pessoas tiveram que deixar o local. Depois disso, construiram o superbunker e 3.300 soldados sob o comando das SS tomaram o seus lugares.

loading...

No total, cerca de 900 estruturas militares foram construídos, tanto fora como no subsolo, com uma área não inferior a 100.000 metros quadrados. Até agora, 500 bunkers em perfeito estado foram encontrados e estão sendo abertos um por um para ver o que está dentro. Em seu interior se pode ver tudo: cozinhas, quartos, salas de reuniões, banhos e saunas. Todos a prova de bombardeios.

Nas paredes de corredores intermináveis ​​pode-se ler todos os tipos de inscrições. Desde símbolos nazistas até siglas que indicam quartos de munição, artilharia, entre muitos outros. A construção dos abrigos foi feita pela mão de obra holandesa. Alguns foram marcados como colaboracionistas, outros não tiveram escolha.

Estes túneis foram esquecidos durante décadas. Mas agora uma equipe está trabalhando em sua restauração e afinação. Algumas áreas podem ser visitadas pelo público.

loading...

Recomendados para você:

Comentar