14 comidas japonesas que você certamente não provaria

Carregando...

Você pode até ser fã de comida japonesa, mas encararia tripas fermentadas, larvas de vespas e peixes vivos?

1. Tripas fermentadas de peixe e molho.

Seu nome original é Shiokara e para seu preparo, se misturam vísceras cruas com cerca de 10% de sal e 30% de arroz tostado. A mistura é deixada fechada em um recipiente para fermentar por um mês.

2. Sorvete de mariscos.

Se você acha que temos sabores exóticos de sorvete, é porque nunca provou os japoneses.

3. Chirimen jako ou shirashu boshi.

Pequenos peixes secos e salgados. É só servir-se.

4. Namako.

Sua tradução literal seria “rato do mar”, mas nós o chamamos de “pepino do mar”. É quase sempre consumido cru.

5. Torsfugu.

Ou, peixe-balão, sendo desnecessário alertar que o mesmo é venenoso e que seu preparo de forma inadequada pode levar à morte.

6. Shirako.

Esse é pouco mais suave, pois é somente esperma de peixe e geralmente é consumido cru, embora possa levar molho e ser frito. Os “fornecedores” geralmente são os peixes Fugu ou Anko.

7. Basashi.

É aquilo que conhecemos como Sashimi, mas este é de cavalo.

8. Shirouo no odorigui.

São pequenos peixes vivos, que se diz que fazem uma dança enquanto se está comendo os mesmos, ou Odorigui. Não é outra coisa que peixes se retorcendo enquanto você os devora vivos.

9. Nato.

É um prato bastante nutritivo e de fácil digestão. Até faz esquecer que é soja fermentada.

10. Hamburguer kuro burguer, do Burguer King.

Um hambúrguer escuro, cujo pão possui cinzas de bambu e o molho é tinta de polvo.

11. Nankotsu.

É uma parte de cartilagem de frango, que em geral não costumamos aproveitar, preparado como um prato em separado.

12. Hachinoko.

É um prato feito com larvas de vespas fritas. Servido?

13. Hambúrguer vermelho.

Este hambúrguer colorido, apesar da cor exótica, possui carne bovina e molho de pimenta.

14. Biscoito de vespas.

Os japoneses acreditam que as vespas foram feitas pra se comer como doces. Um tanto quanto estranho.

Recomendados para você:

Comentar